cabeleireira atendendo cliente no salão de beleza em casa

Muitos profissionais da beleza começam a carreira atendendo clientes em domicílio ou em sua própria casa. Para alguns, isso dá tão certo que eles acabam optando por continuar trabalhando dessa forma, abrindo seu salão de beleza em casa.

Se esse é o seu desejo, mas você não sabe muito bem o que precisa para montar o seu, veio ao lugar certo! 

Avalie o espaço disponível

Antes de tudo, você precisa avaliar se dispõe de um cômodo ou um espaço em sua casa que possa utilizar sem prejuízo à rotina do lar e que seja minimamente adequado para montar um salão de beleza. Talvez seja necessário fazer algumas modificações ou adaptar algumas coisas, como fiação e tubulação para instalação de tomadas, torneiras, etc. Observe, ainda, a questão da ventilação, que é muito importante.

A partir dessa análise, você também será capaz de visualizar melhor a disposição dos móveis e equipamentos de que precisará para montar o seu salão, evitando comprar algo que não se encaixe ou não fique bem acomodado. Como nesses casos o espaço é um pouco mais limitado, é preciso buscar otimizá-lo ao máximo, aproveitando cada cantinho da melhor maneira possível.

Não é necessário investir muito nesse primeiro momento, mas é crucial ter uma boa organização e buscar proporcionar uma estética bacana, passando uma imagem de profissionalismo, mesmo que o salão seja em sua própria casa. 

Defina os serviços que serão oferecidos em seu salão 

cabeleireira aplicando spray em seu salão de beleza em casa

De acordo com suas habilidades profissionais e o espaço que tem disponível, você deverá definir os serviços que serão oferecidos em seu salão: unha, cabelo, maquiagem, depilação, etc. 

Nesse momento, considere a possibilidade de contratar um ou mais profissionais para dispor de uma gama maior de serviços no portfólio do seu salão, ou até um(a) ajudante para você.

É possível, ainda, começar com poucos serviços e, aos poucos, ir incorporando novos à medida que você fizer novas especializações. É melhor oferecer menos quantidade, mas com muita qualidade, do que uma variedade muito grande sem que você esteja devidamente capacitada para realizar cada um dos serviços ofertados. Um atendimento de excelência é o que fará seu salão de beleza em casa ser um sucesso!

Calcule o investimento inicial

pessoa fazendo planejamentos

O investimento inicial deve abranger eventuais reformas que você precisará fazer no(s) cômodo(s) de sua casa para transformá-lo(s) em salão, os equipamentos que deverão ser comprados, como lavatório e cadeira própria para atendimento, espelhos, além de utensílios básicos como secadores, pranchas, babyliss, tesouras, pentes, escovas e outros produtos, como xampus, condicionadores, sprays fixadores de cabelo, descolorantes, máscaras capilares etc.

Você deverá fazer também uma previsão de despesas que terá mensalmente com água, energia, manutenção de equipamentos, reposição de produtos, etc. A partir disso, poderá, ainda, calcular sua margem de lucro, definindo os preços dos seus serviços de forma mais apropriada e estabelecendo suas metas de lucro.

Cuide da parte burocrática e administrativa

 

Essa é uma parte que muita gente acaba negligenciando, mas que é essencial. Se necessário, busque orientação, mas não deixe de regularizar devidamente o seu negócio, seja abrindo um MEI, lembrando que nesse caso, o limite de faturamento é mais baixo e você só poderá contratar um funcionário com registro  seja abrindo uma pequena empresa.

Tendo um CNPJ em dia, você garante direitos importantes, como INSS e evita problemas com a Receita Federal.

Invista tempo, também, para aprender sobre marketing e gestão, que são ferramentas imprescindíveis para fazer um negócio dar certo. Quando você se torna proprietário de um salão, as habilidades, técnicas e talentos relativos à sua atividade como profissional de beleza continuam sendo fundamentais, mas não são suficientes para fazer o negócio prosperar — você precisa se tornar também um bom gestor.

Invista em divulgação

pessoa acessando o instagram em seu celular

Como seu salão será em sua própria casa, uma boa ideia é distribuir cartões de visita na vizinhança, inclusive em estabelecimentos próximos da sua residência, como lojas de roupas e calçados, supermercados, padarias, academias, etc.

Seus familiares e amigos, que provavelmente serão seus primeiros clientes, também podem ajudá-lo da divulgação boca a boca, indicando seu salão para conhecidos deles. Uma boa ideia é fazer promoções e oferecer descontos para quem indicar outros clientes, como forma de atrair mais pessoas para o seu salão.

Banner Romeu Felipe - BeautyClassPowered by Rock Convert

Outra coisa que não pode faltar é a divulgação nas redes sociais. Use seu perfil pessoal ou crie uma página exclusiva para postar fotos com os resultados do seu trabalho e outras informações como endereço do salão, horário de funcionamento, número para contato, etc.

Saiba separar seu trabalho da rotina da casa

mesa com objetos

Uma das questões mais importantes e que nem sempre é levada em consideração nesse tipo de empreitada é a separação que precisa ser feita entre o salão e a rotina da sua casa. 

Para evitar situações indesejadas e/ou desagradáveis, como filhos pequenos interrompendo seu trabalho, é fundamental estabelecer tanto um limite físico, de quais cômodos estão livres ou não para serem utilizados em determinados horários, e também criar um pacto com sua família, deixando claro e combinado em que momentos eles podem ou não te solicitar, por exemplo.

Sabemos que essa é uma opção que muitas mães fazem para justamente poder trabalhar continuar cuidando dos filhos de perto, mas se esses limites não forem estipulados, corre-se o risco prejudicar tanto o seu trabalho quanto a sua família.

Outro ponto importante a ser observado é a questão da organização. Busque não misturar objetos pessoais com os do salão e tente manter todos os cômodos da casa arrumados, principalmente se eles ficarem à vista dos clientes do seu salão. 

Tome cuidado, ainda, para que sua vida pessoal não fique totalmente sacrificada pelo trabalho. Muitas vezes, por estar em casa, você pode acabar trabalhando além da conta e os próprios clientes acabam abusando um pouco, querendo ser atendidos em dias e horários pouco convencionais, como altas horas da noite, no domingo ou em outro dia que você tenha de folga. 

Nesses casos, cabe a você avaliar se vale a pena abrir uma exceção, caso isso não atrapalhe outros compromissos que você tenha ou mesmo seus momentos de lazer e de descanso, que também são muito importantes. Só tome cuidado para que essas “exceções” não acabem virando regra, combinado?

Seja organizado e tenha persistência

Empreender na área da estética e da beleza é desejo de muitos e de, fato, trata-se de um ótimo negócio, considerando os números que esse mercado movimenta no Brasil.

Contudo, é preciso ter uma boa dose de organização, disciplina e persistência para gerir seu próprio negócio e ser seu próprio chefe, embora isso também traga muitas vantagens, como fazer seu próprio horário de trabalho.

Uma das principais premissas para que essa equação dê certo consiste no hábito de separar seu dinheiro pessoal do dinheiro da empresa. Isso mesmo! Mesmo que ele seja pequeno, você precisa encarar seu salão como uma empresa e, de preferência, definir um pró-labore para você, ou seja, um salário fixo que você deverá retirar todo mês, como se fosse funcionário de seu próprio salão.

Também é fundamental separar parte do lucro, que é diferente do faturamento total, para reinvestir em seu negócio, fazendo melhorias em seu espaço, comprando novos equipamentos mais modernos e fazendo novos cursos para se capacitar cada vez mais, à medida que for faturando — e lucrando — mais também.

Assim, você mantém o caixa em ordem, paga os fornecedores em dia e não corre o risco de se endividar, mantendo sua imagem profissional e a saúde financeira do seu negócio.

Sem dúvidas, ter um salão de beleza em casa é um excelente empreendimento, com custo inicial relativamente baixo e que oferece inúmeras possibilidades de ganhar dinheiro fazendo o que gosta, além de eliminar um custo significativo que seria o do aluguel de um espaço exclusivo para isso.

Conforme ressaltamos, no início você não precisa investir nos materiais e equipamentos mais caros nem trabalhar com as marcas de produtos mais famosas e de preço mais alto. Pesquise bastante que você vai encontrar boas alternativas de produtos e equipamentos com melhor custo-benefício para começar e, pouco a pouco, você pode ir substituindo o que achar necessário. 

Nesse aspecto, é primordial conhecer bem o seu público, o que ele busca, quanto está disposto a pagar por isso, e oferecer o melhor serviço possível dentro dessas condições.

Só tome cuidado para não fazer economias pouco inteligentes que possam fazer você se arrepender depois, como a compra de produtos de baixa qualidade, que não entreguem o resultado prometido ou esperado, e equipamentos de segunda mão que demandem muita manutenção. Nesses casos, a economia talvez não seja tão vantajosa em médio e longo prazo, fazendo até você perder clientes. Portanto, fique bem atento(a)!

Por outro lado, investir em si mesmo(a), em cursos e especializações, nunca será um investimento perdido, porque seu conhecimento é algo que ninguém tira e que poderá ser aproveitado em qualquer situação.

Seguindo as dicas deste post, você terá grandes chances de ser bem-sucedido nessa empreitada. Aproveite também para ler nosso conteúdo sobre dicas e ideias para decoração de salão de beleza!

beautyclassPowered by Rock Convert